Experiência no processo seletivo da 42 SP

July 13, 2021

Creio que o aprendizado na 42 pode ser resumido em compartilhamento de conteúdo e iteração entre pares, esta é a chave da 42.

Neste artigo sobre a 42 sp:

Como conheci a 42?

Conheci a 42 SP em 2020 através do Fabio Akita em seu vídeo Guia DEFINITIVO de Aprendendo a Aprender | A maior BRONCA da sua vida [RATED R] e a partir desse vídeo eu me interessei pelo processo da escola em sí, mas por ser em São Paulo e exigir a presença física eu “desconsiderei” por enquanto fazer parte da escola, pois seria complicado me mudar para São Paulo por 1 mês para fazer parte da piscina presencial. Porém com o crescimento da pandemia a escola precisou se adaptar e seu processo seletivo de 2021 foi aberto para ser realizado online, então eu aproveitei essa chance.

O que é a escola 42?

A primeira 42 foi a École 42 na França, uma escola de programação privada, gratuita, aberta em 2013 por Xavier Niel, bilionário empreendedor do ramo de telecomunicações. Com uma metodologia disruptiva, um modelo nunca visto e filosofia de aprendizado libertadora. É uma escola focada em aprendizado entre pares.

Como funciona a 42 sp?

A 42 é uma escola de programação baseada em aprendizagem coletiva, onde você aprende ao mesmo tempo que ensina. Este processo é chamado de “peer-to-peer learning”, ou aprendizado entre pares, é um modelo de aprendizado no qual os participantes aprendem uns com os outros ao invés de um único professor. Isso exercita o pensamento crítico, trabalho em grupo, comunicação e senso de comunidade. Membros também avaliam uns aos outros e aprendem mais a cada feedback dado ou recebido de seus pares.

Todos esse sistema é estruturado em volta de uma comunidade, desafios e gamificação. Você será desafiado a aprender por conta sem seguir um cronograma ao mesmo tempo que troca conhecimento.

O currículo abrange linguagens fundamentais de programação, começando com C e extendendo para programação imperativa/funcional e orientada a objetos - algoritmos, inteligência artificial, gráficos, integração tecnológica, programação de sistema, rede e administrador do sistema, segurança e vírus, dados e base de dados e computação paralela. Existem diversos projetos e desafios disponíveis, podendo ser executados de acordo com a escolha do aluno.

Como entrar na 42 sp?

O processo para entrar na 42 e se tornar um “cadete” (como são chamados os alunos da 42) é composto de 3 etapas:

  1. Teste de memória e lógica: Neste teste basicamente são apresentados dois “jogos” para você solucionar problemas em níveis, assim como indicado no site da 42 recomendo que reserve as 2 horas para concluí-los, no meu caso eu separei um sábado tranquilo para poder resolver apenas estes problemas. O primeiro jogo será o de memória similar a um “Genius”, para você selecionar a sequência correta e o jogo de lógica é baseado em comandos para mover uma nave em um tabuleiro, ambos são baseados em níveis, legais e iterativos.
  2. Check-in: Após receber o resultado do primeiro teste você será convidado para uma reunião da comunidade em conjunto com o pessoal da 42, esta reunião basicamente serve para você tirar as dúvidas que possui do programa, para entender todo o processo e para identificar se você pode participar da próxima etapa que é a mais desafiadora antes de iniciar o programa em sí. Se você se identificar com o processo da escola e quiser participar do Basecamp é neste momento que você fará sua inscrição para aguardar o sorteio.
  3. Basecamp: Esta é a última etapa do processo seletivo, para participar dela você precisa ser sorteado após a conclusão das duas etapas anteriores. Neste momento você fará parte da imersão na 42.

O Basecamp da 42

Esta parte do processo seletivo é realmente desafiadora, é exigido o máximo de você e é basicamente uma imersão total no mundo da 42. Realmente você precisará de muitas horas para conseguir se dedicar ao processo completo e fazer todas as atividades exigidas, eu intercalei o programa enquanto trabalhava, mas não recomendo, se puder separar esses 20 dias para fazer apenas o programa com certeza será mais tranquilo.

Mas, mesmo intercalando com o trabalho eu me desafiei a fazer da melhor maneira possível, então eu intercalava 2 horários, 05:00 as 12:00 e das 18:00 as 23:00 (ou mais) em dias de semana, e finais de semana eu ficava o dia todo das 05:00 as 23:00. Ainda assim é preciso ter uma liberdade de horários para conseguir realizar todos os desafios, a minha situação me proporcionava horários flexíveis, alguns eventos podem ocorrer em horário comercial ou durar muitas horas. Tenha isso em mente antes de entrar.

Como uma das propostas da escola é a iteração com a comunidade eu visava fazer os exercícios no período da manhã por ser mais “vazio” e menos movimentado os canais e no período da noite eu me comunicava e trocava conhecimento para poder evoluir em pares. E creio que esse segundo momento eram os mais valiosos, nessa troca de conhecimento em canais do Discord conversando com várias pessoas era onde eu conseguia aprender e ensinar de maneira muito rápida.

O conteúdo em sí do Basecamp é uma introdução a conceitos mais amplos, é apresentado basicamente C e Shell, com diversos desafios que vão exigir que você dê seu máximo tanto em pesquisa, entendimento, como em troca de informação com a comunidade. As “listas” de desafios possuem um avanço escalonar e você consegue evoluir de forma contínua conforme se dedica, e ao mesmo tempo toda a comunidade evolui em um mesmo passo.

Porém, além das listas e computação em sí creio que o maior aprendizado do Basecamp é a comunicação, troca de informação e crescimento em pares, isto é “escancarado” como uma forma ótima de aprender de maneira rápida e consistente, todo o sistema de feedback e gamificação proposto pela 42 induz você a crescer de forma contínua ao mesmo tempo que ensina e aprende e isso com certeza muda sua forma de ver muitas coisas.

Creio que alguns pontos interessantes a se pensar e ter em mente enquanto participa do processo seletivo da 42 SP são:

  • Não acredite em boatos. A mente fica tentando encontrar fórmulas mágicas para ganhar medalhas, para passar no processo… E tudo isso vai ser apenas teoria, foque em participar do programa.
  • Entenda a lógica da escola, se a base da escola é aprendizado em pares, não adianta ficar fechado tentando fazer tudo sozinho, simplesmente não faz sentido. Apenas saber como fazer todos os exercícios não é o suficiente.
  • Aceite seus erros e falhas, terão vários.
  • Entenda as pessoas e seus níveis, no processo terão iniciantes que nunca programaram e pessoas extremamente habilidosas, saiba extrair e iteragir com cada um deles.
  • Leia e preste atenção no que é solicitado, as regras são claras e precisam ser seguidas. Leia denovo e preste muita atenção em tudo que pedem.
  • Se tiver dúvidas pergunte, todos aprendem e querem ajudar.
  • Lembre-se de se registrar em todos os eventos seguindo as indicações da 42.
  • Não copie e cole, entenda o que está fazendo, isso afeta apenas você.
  • Jogue o jogo.

Creio que esta etapa do Basecamp para todos que participam é muito valiosa, pelo simples fato de mostrar para muitos que é possível aprender e crescer se dedicando e se desafiando, e que errar faz parte, este é o melhor aprendizado de tudo isso.

Todos os desafios que realizei no basecamp estão neste repositório.

Pós Basecamp

Depois de 20 dias de muita luta, código em C, Rush, exames e descobrindo como passar na Moulinette o resultado foi alcançado e me tornei um cadete da 42, receber a mensagem: “É com muito orgulho que anunciamos que você é oficialmente Cadete da 42 São Paulo!” é realmente gratificante e com certeza os próximos desafios serão ainda mais recompensadores.

Agora a jornada realmente começa, aqui é onde se inicia o processo de formação de engenheiro de software da 42. Poderei aprender como computadores e linguagens de programação funcionam “embaixo do capô”, podendo assim, aprender qualquer nova tecnologia de forma muito mais rápida e eficiente sempre que necessário, buscando ser capaz de resolver problemas complexos de forma autônoma, criativa e colaborativa.

Como são chamados os alunos da Escola de programação 42?

Os alunos da 42 são chamados de cadete, todos que passaram pelo processo seletivo completo e que agora fazem parte do programa com duração média de 10 meses com foco em tornar-se um engenheiro de software.

Se quiser saber mais algo sobre a 42 é só falar comigo.

Até mais!